Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Brain fora das licitações da ANP

A empresa de aquisição de dados (EAD) Brain Tecnologia está impedida de participar de licitações da ANP pelo prazo de um ano. A decisão foi tomada pela diretoria do órgão regulador depois da EAD interromper e não concluir a aquisição de 1.500 km de dados sísmicos na Bacia do Parecis. O serviço havia sido contrato pela agência por R$ 59 milhões.

A ANP também multou a empresa em R$ 415,1 mil e reteve o pagamento de R$ 175,7 mil correspondente à parcela ainda não paga pela agência pelo serviço. Os recursos retidos serão utilizados para abatimento do valor total da multa aplicada.

O contrato assinado com a ANP previa a realização do serviço por um consórcio entre a Brain e a Stratageo. Em maio do ano passado, a agência aprovou a alteração das participações de cada uma das empresas na parceria. A Stratageo passou a ser a operadora do serviço com 98% de participação. A empresa concluiu o serviço.

O trabalho envolvia nove linhas sísmicas em 37 municípios do estado do Mato Grosso.

energiahoje

Comente este artigo



Atualizar

CGG Rodapé
CPGEO