logo

Navegue por tags

academia anp concurso divulgação empregos exploração geociências geofísica geologia IAG-USP INPE meio ambiente mercado mineraçao pesquisa Petrobras petróleo pré-sal SBGF SEG sísmica sísmica terrestre software tecnologia treinamento

+ All tags

Enquete

Qual data você escolheria​ para ser proclamada​ como o Dia Nacional do Geofísico?
  Desde o dia 9 de março encontra-se em águas brasileiras o Ramform Valiant, navio sísmico da Petroleum Geo-Services (PGS) que está equipado com uma novidade tecnológica.

Pela primeira vez em uma campanha de aquisição de dados sísmicos na costa brasileira, a PGS vai utilizar o Geostreamer, cabo de última geração equipado simultaneamente com hidrofones e geofones que, segundo a empresa, permitem adquirir dados em uma banda mais larga de freqüências, eliminando fantasmas e ruídos indesejáveis.

"Além disso, é possível rebocar os Geostreamers a profundidades de 15 a 20 metros, contra os cabos normais que atualmente trafegam entre 8 e 10 metros, garantindo assim um ambiente mais silencioso e livre das interferências de ondas e os efeitos das intempéries na qualidade do sinal acústico", explicou Alexandre Bacellar Neto, gerente de Projetos de Sísmica Multicliente da PGS.

A empresa obteve do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) a Licença de Pesquisa Sísmica (LPS) para a campanha de aquisição de dados sísmicos não exclusivos no bloco BM-CAL-10.

(Saiba mais sobre o licenciamento ambiental da atividade de aquisição de dados sísmicos marítimos e em zona de transição emitida pelo Ibama neste link)

Multiclientes ou não-exclusivos

Nos projetos chamados de multicliente, a empresa de aquisição de dados trabalha por sua própria conta e risco. Geralmente, ela conta com apoio de uma ou mais empresas de petróleo que por meio de uma manifestação de interesse se comprometem a comprar os dados da área escolhida depois de adquiridos e/ou processados.

Também conhecida como aquisição de dados não exclusivos, sob esta modalidade de contrato a lei garante à empresa que realiza o levantamento sísmico um período de confidencialidade de 10 anos, prazo em que poderá comercializar os dados com outras companhias de petróleo que se interessarem pela exploração da área. Por sua vez, os dados proprietários possuem um prazo legal de confidencialidade de apenas cinco anos.

Com a chegada do Ramform Valiant, a PGS terá dois navios sísmicos em operação na costa brasileira simultaneamente. O Ramform Sovereign realiza levantamentos de dados sísmicos exclusivos em áreas de interesse da Petrobras desde 2008.

 
Banner
banner Strataimage
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
banner Strataimage

Últimas notícias

  • Cosme troca GX Technology pela GeoRXT
  • Georadar mira em reservatórios e cria a GeoRXT
  • Falecimento do Dr. Baccar
  • Mineração baiana na visão de João Carlos Cavalcanti
  • GPR dá novos rumos à mineração