logo
  • GlobalGeo Top Banner-04092014

 


Paradigm

Alunos de geologia da UFMT exigem criação de instituto

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Mais de 200 alunos de graduação e pós graduação do curso de geologia entraram em greve nesta terça-feira (7) para reivindicar a criação do Instituto de Geociências na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Os estudantes disseram que dividem o Instituto de Ciências Exatas e da Terra (Icet) com alunos de outros cursos e que os laboratórios do bloco estão sucateados.

Alunos impediram acesso ao bloco do curso e montaram barracas (Foto: Sebastião Vinicius Neves/ Arquivo pessoal)

 

O aluno de graduação do curso Sebastião Vinicius Neves disse que a greve tinha sido definida havia uma semana. "Enviamos uma carta para a reitoria da universidade avisando sobre a greve e para que soubessem da nossa reivindicação", afirmou.

A greve ocorre por tempo indeterminado. O estudante informou que os alunos só voltarão a estudar depois que obtiverem uma resposta positiva da reitoria em relação à implantação desse instituto. O curso de geologia na UFMT tem cerca de 200 alunos de graduação e 40 de pós graduação.

A assessoria da UFMT informou que a reitoria encaminhou para a coordenação do Instituto de Ciências Exatas e da Terra o projeto de criação do Instituto de Geociências. Ainda segundo a instituião de ensino, é o instituto que ficará responsável pela análise do pedido.

Do G1 MT

Comente este artigo



Atualizar

IHS KINGDOM 2015
SAExploration_2014

Últimas notícias

As mais lidas