logo

Navegue por tags

academia AGU 2010 aquisição concurso congressos divulgação EAGE empregos ensino exploração EXPOGEF 2009 geociências geologia IAG-USP mercado mineraçao pesquisa petróleo pré-sal press-release SBGF SEG sísmica software tecnologia

+ All tags

Enquete

As matérias publicadas pelo portal Geofísica Brasil deveriam estar disponíveis para ...
 

Além do recorde mensal, a Petrobras registrou, também, nos dias 23 e 24 de abril, dois recordes diários consecutivos, com a produção de óleo e LGN, alcançando 2.081.570 e 2.083.543 barris, respectivamente.

Esses resultados decorreram, entre outros fatores, do bom desempenho operacional das plataformas localizadas no litoral dos estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo, com destaque para a interligação de novos poços ao FPSO Cidade de Vitória, no campo de Golfinho (ES); da entrada em operação de novos poços no campo de Marlim Leste, na Bacia de Campos (RJ); e do início do Teste de Longa Duração (TLD) de Tiro, na Bacia de Santos, em 19 de março.

A produção terrestre também teve participação importante na conquista desses resultados, especialmente com a entrada em produção de dois novos poços nos campos de Rio Urucu (RUC) e Leste do Urucu (LUC), no Amazonas.

Embora mais de 85% do petróleo produzido pela empresa no Brasil venha dos campos marítimos, a Petrobras tem conseguido bons resultados em suas áreas terrestres. A média de produção desses campos tem oscilado em torno de 215 mil barris de petróleo por dia, um volume que vem sendo mantido ao longo dos últimos anos, graças a novas tecnologias que a companhia desenvolve para aumentar a vida útil de campos maduros.

Com a entrada em operação dos FPSOs Cidade de Santos, em Uruguá/Tambaú, e Capixaba, em Cachalote/Baleia Franca, nos próximos meses, a companhia espera atingir novos recordes de produção.

A tabela a seguir mostra a produção de cada estado no mês de abril, em barris por dia (bpd):

AGÊNCIA PETROBRAS