logo
  • Ies Brazil

 

Enquete

Gás de Folhelho

Vamos ter uma revolução do gás de folhelho no Brasil?

» Go to poll »
1 Votes left

jVS by www.joomess.de.

Mídias Sociais

FacebookTwitterLinkedin

Professores da Unifesp presidem Congresso de Geologia

Professores da Unifesp presidem Congresso de Geologia 

Os professores do Setor de Geociências do Instituto de Ciências Exatas e da Terra do campus Diadema, Fábio Braz Machado e Adilson Viana Soares Jr. foram convidados pela Sociedade Brasileira de Geologia (SBG) para serem, respectivamente, presidente e vice, do 46º Congresso Brasileiro de Geologia e 1º Congresso de Geologia dos Países de Língua Portuguesa.

Segundo Prof. Fábio Machado, tudo começou em 2010 durante a última edição do congresso, realizado na cidade de Belém A diretoria da SBG, um órgão científico com quase 70 anos de existência, lançou a ideia propondo os integrantes da comissão. Daí por diante foram dois anos de preparação para a realização do evento que ocorrerá entre os dias 30 de setembro a 5 de outubro na bela cidade de Santos (SP), que contará com mais de 50 simpósios e 40 palestrantes de vários países, além de minicursos de altíssimo nível, fóruns e mesas redondas. O congresso conta com o patrocínio de empresas e instituições como PETROBRAS, VALE, ANP, CPRM, BP, REPSOL, CNPQ, CAPES, FAPESP, dentre outras e os valores já ultrapassam os três milhões de reais.

Para o vice-presidente, Prof. Adilson, a preocupação foi também aliar de forma mais ampla quanto possível os professores e alunos do campus que integram as diferentes comissões do congresso. - Não é fácil, são mais de 4.000 inscritos de todo o Brasil e de vários países, 2200 trabalhos submetidos, é uma grande responsabilidade. É o maior congresso da área de toda a América Latina. Temos alunos do campus atuando na comissão estudantil com hotel e inscrição garantida.

Além disso, como comemoração ao ano de Portugal no Brasil será também o 1º Congresso de Geologia dos Países de Língua Portuguesa, fato que, por si só, promoveu vários trabalhos enviados de Portugal e Moçambique, além de profissionais de empresas de vários países interessados neste mercado, diz Prof. Fábio Machado.

O evento terá uma forte vertente para as pesquisas na camada do pré-sal na bacia marginal homônima à cidade escolhida como sede do evento, logicamente por tratar-se de uma das maiores descobertas geológicas de todos os tempos. O presidente de honra será o Dr. Guilherme Estrella, ex-diretor de exploração da PETROBRAS e o geólogo que conduziu as descobertas na bacia offshore. Na mesa de abertura são convidados a presidenta da república, presidenta da PETROBRAS, Embaixador de Portugal no Brasil, o Ministro das minas e energia, da educação e é claro o Reitor da UNIFESP.

O pavilhão de exposição conta com uma área de 10 mil m2, na qual a UNIFESP é participante. Nesta feira ocorrerá uma importante premiação no qual será concedido uma medalha de ouro, denominada de Pándia Calógeras, ao Ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva pelo incentivo às pesquisas na área de Petróleo & Gás e o forte avanço do setor mineral durante seu governo. Segundo Prof. Fábio Machado a intenção é que este prêmio seja concedido no dia 1 de outubro próximo aos estandes da UNIFESP e do Ministério de Minas e Energia.

Por fim, entendemos que em um evento desta magnitude (científico profissional e político), cujos membros da comissão são docentes das principais universidades do país, o grau de confiança depositada nos docentes do Campus Diadema para ocuparem os cargos mais altos do evento mostra o respeito para com a instituição em seus mais diversos cursos e linhas de pesquisa.

Saiba mais sobre o congresso aqui.

Unifesp - 23/08/2012 - Departamento de Comunicação

Últimas notícias

As mais lidas