logo

Navegue por tags

academia concurso crosta divulgação editais empregos exploração faculdades geociências geologia geomagnetismo gravimetria história imageamento instituições mercado pesquisa petróleo política pré-sal profissão prospecção radar sísmica terremotos

+ All tags


Início Cursos Workshops Semana de Geofisica da UFRN
Workshops

academia | divulgação

UFRN realiza I Semana de geofísica

(Natal-RN) - Cerca de 150 pessoas participaram de 23 a 27 de março de 2009 da I Semana de Geofísica (I Segef) da UFRN realizada, pela Divisão Nordeste Setentrional da Sociedade Brasileira de Geofísica (SBGf). O anfiteatro do Centro de Ciências Exatas e da Terra lotou durante algumas das 13 palestras realizadas, principalmente quando o tema era ligado à área de petróleo.

Na solenidade de abertura, estavam presentes o reitor da UFRN, José Ivonildo do Rego, o vice-diretor do Centro de Ciências Exatas e da Terra, Querginaldo Bezerra, o gerente de relacionamento com as entidades de pesquisa da Unidade de Negócios Rio Grande do Norte/Ceará (UN-RN/CE) da Petrobras, Carlos Alberto Poletto, o chefe do Departamento de Geofísica, José Antonio Morais Moreira, o coordenador do curso de Graduação em Geofísica, Walter Eugenio Medeiros, e o secretário regional da SBGf, Aderson Farias do Nascimento (UFRN).

A presença de três gerentes da Petrobras foi um dos pontos altos da I Segef: Paulo Johann (Geofísica de Reservatórios), Eduardo Faria (Geofísica de P&D; do Cenpes) e Carlos Alberto Poletto (UN-RN/CE) atraíram a atenção dos estudantes para temas ligados à geofísica de reservatório, à exploração de petróleo e ao relacionamento indústria/universidade. A Landmark, do Grupo Halliburton, enviou Francisco Valdyr que falou sobre Banco de Dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), que emprega tecnologia proprietária da empresa. Léo Nascimento, da mesma companhia, descreveu o estado da arte das tecnologias disponíveis em processamento sísmico. Representando a ANP Renato Silveira falou do papel da agência reguladora na indústria do petróleo e do esforço exploratório nas bacias sedimentares brasileiras. Com o tema Migração/demigração em amplitude verdadeira, o Prof. Martin Tygel destacou a importância da matemática e da física como base de conhecimento dos futuros geofísicos.

Os palestrantes discutiram temas variados. Carlos Alberto Mendonça (IAG/USP) apresentou sua pesquisa sobre Método do Potencial Espontâneo no Estudo da Contaminação do Solo. Roberto Gusmão (CPRM), por sua vez, discorreu sobre a Aerogeofísica na Pesquisa Mineral.

O Prof. Joaquim Mendes Ferreira falou sobre a Sismicidade do Nordeste, Helenice Vital e Mario Pereira fizeram uma apresentação conjunta sobre Oceanografia e Geofísica Marinha, enquanto Enivaldo Bonelli e Paulo Lucio finalizaram discursando sobre o Impacto do Clima Espacial na Sociedade e Análises Estatísticas, respectivamente. Um site, www.geofisica.ufrn.br/segef, e  um logotipo foram criados especialmente por Fellipe Prado, aluno de graduação em Geofísica da UFRN.

O público era formado, em grande parte, por estudantes de Geofísica, mas contou com alunos de outros cursos como Geologia, Química e Engenharia do Petróleo da UFRN. Veio uma estudante do Amapá, um aluno de doutorado da Bahia, e três estudantes da Universidade Estadual do RN (Mossoró). Além disso, representantes da indústria local também participaram do minicurso e assistiram palestras.

Minicursos - O evento teve patrocínio da Flamoil, empresa de processamento sísmico sediada em Natal (RN), e apoio do Programa de Recursos Humanos 22 da ANP, que possibilitou a vinda do Prof. Ricardo Bilotti (Unicamp), para ministrar o minicurso Introdução à GêBR – Processamento Sísmico. O Curso de Pós-graduação em Geodinâmica e Geofísica da UFRN, por sua vez, foi responsável pela vinda do Prof. Jordi Julià (Penn State University), que ministrou o minicurso, Funções Receptoras e Estrutura Litosférica. Com carga horária equivalente a um crédito de pós-graduação, o curso do Prof. Juliá se estendeu por uma semana a mais além do evento.

Segundo o Prof. Walter Medeiros, coordenador da graduação em Geofísica da UFRN, a I Segef atingiu vários objetivos, entre eles o de mostrar aos alunos a importância das matérias do ciclo básico, como Geologia, Matemática e Física, para a formação dos futuros profissionais em Geofísica. “Tentamos ampliar os horizontes, trazendo pessoas de outros pólos de geofisica, para estimular os alunos,” afirmou.

Além de marcar a gênese do Departamento de Geofísica da UFRN e do curso de graduação de Geofísica, ocorrida no ano passado, a I Segef ampliou o panorama da Geofísica, em termos de oportunidades para os alunos, tanto para empregos nas indústrias do petróleo e da mineração, como nas áreas de pesquisa acadêmica.

Satisfeito com o resultado do evento, o secretário regional do Nordeste Setentrional da SBGf, Aderson Nascimento, já pensa no futuro. “No próximo ano vamos convidar mais geofísicos internacionais e promover atividades de campo para despertar maior interesse dos alunos”, salientou.

 

Login de Usuário



Enquete

Que profissional deve assinar trabalhos de Geofísica?
 

Fornecido por Joomla!. Designed by: Joomla Templates, web hosting. Valid XHTML and CSS.

-->