compressao-roaming
Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Os estudantes de Engenharia de Petróleo da Escola Politécnica (Poli) da USP receberão, em setembro, um reconhecimento da Sociedade dos Engenheiros de Petróleo (SPE) pelas atividades acadêmicas e sociais que desenvolvem, como cursos, eventos, palestras e doações.

A associação tem uma categoria chamada capítulos estudantis, que compreende estudantes de áreas relacionadas à indústria de Petróleo e Gás. Pelo segundo ano consecutivo, o capítulo composto de alunos da Poli Santos receberão o prêmio Outstanding Student Chapter Award (OSC), em premiação que será realizada em Dubai, nos Emirados Árabes.

O prêmio reconhece os capítulos que possuem programas de excelência em engajamento com a indústria, planejamento, envolvimento com a comunidade, inovação e desenvolvimento profissional. O professor Cleyton de Carvalho Carneiro, atual orientador do capítulo, explica que a formação de cidadãos ultrapassa os limites alcançados pelas instituições de ensino. “Nesse sentido, a vivência proporcionada pelas atividades em capítulos estudantis como o da SPE promovem a discussão de temas que não estão exclusivamente relacionados à formação profissional, que neste caso diz respeito ao curso de Engenharia de Petróleo. Tais atividades envolvem disciplina organizacional, interação com outras universidades e envolvimento em causas sociais (tais como doação solidária de sangue, campanhas de arrecadação e distribuição de alimentos e agasalhos, atividades motivacionais em hospitais, etc.).”

Para o professor, os jovens graduandos “possuem energia de sobra que pode ser direcionada para práticas que promovem o desenvolvimento integrativo e a cidadania, complementar e salutar aos conteúdos abordados nas universidades. Nos orgulha muito e nos dá grande esperança no futuro ao percebermos que o capítulo estudantil SPE da Poli/Santos já é reconhecido e premiado internacionalmente por essas práticas e vivências”.

O professor Márcio Yamamoto, que já orientou o grupo, explica que um dos papéis do SPE é ajudar na formação de jovens profissionais da Indústria de Petróleo. Não só a formação técnica através de congressos e revistas especializadas, mas também na formação de líderes para a indústria e a sociedade. “Ao longo dos dois anos que fui Faculty Sponsor do capítulo da USP, pude testemunhar muito alunos exercendo liderança. Estes nossos novos líderes têm uma preocupação com a melhoria do seu entorno, seja dentro do campus ou na comunidade em que eles estão inseridos”, ressaltou.

Mais informações neste site ou por e-mail [email protected]

Jornal da USP - 26/09/2016 - Da Assessoria de Imprensa da Poli 

Comente este artigo



Atualizar