logo

Navegue por tags

academia anp concurso divulgação divulgação científica exploração geociências geofísica geologia IAG-USP INPE meio ambiente mercado mineraçao pesquisa Petrobras petróleo pré-sal produção SBGF SEG sísmica sísmica terrestre tecnologia treinamento

+ All tags

Enquete

Qual data você escolheria​ para ser proclamada​ como o Dia Nacional do Geofísico?
  "Civilization exists by geological consent, subject to change without notice". Está fase é atribuída ao historiador americano Will Durant, embora eu não a tenha encontrado do seu famoso livro Lições da História. De qualquer maneira ela me veio a mente com as notícias de que a atividade vulcânica na Islândia, acabou interrompendo o trafego aéreo em boa parte do norte da Europa.


Erupção do vulcão Eyjafjallajokull, na Islândia (Fonte: The Washington Post)
Esta é uma imagem do tráfego aéreo mundial. Observe a itensidade do tráfego sobre a Europa (para ver o filme completo use este link)

Este é um pequeno clipe com uma simulação mostrando o comportamento da pluma de cinzas emanada
pelo vulcão Eyjafjallajokull (Atmosphere and Climate Department, NILU, Norway)

A Islândia é na realidade um pedaço da cadeia meso-oceânica (região onde nova litosfera é formada) que aflora sub-aereamente. Um bom resumo sobre a geologia desta ilha pode ser encontrada no site: Introduction to the Geology of Iceland do geólogo Tobias Weisenberger, de onde retirei o mapa geológico abaixo.


Modelo Numérico do Terreno Mostrando a localização da Islândia (seta preta)
Detalhe do Relevo da Islândia (a seta vermelha indica o vulcão Eyjafjallajokull, que entrou em erupção)
Mapa gravimétrico e feições tectônicas nas vizinhanças da Islândia. (Fonte: Hey, R., F. Martinez, Á. Höskuldsson, and Á. Benediktsdóttir (2010), Propagating rift model for the V‐shaped ridges south of Iceland, Geochem. Geophys. Geosyst., 11, Q03011, doi:10.1029/2009GC002865.)


Mapa Geológico Simplificado da Islândia (a seta preta indica o vulcão Eyjafjallajokull)

Não deixa de ser estranho ver um pedaço da cadeia meso-oceânica aflorando com suas rochas vulcânicas, misturadas a depósitos glaciogênicos, fluviais e transicionais, como mostra o video abaixo:

Inundação relâmpago provocada pela erupção do vulcão Eyjafjallajokull (dica de Clastic Detritus)


Mas retornando a Will Durand. No capítulo 2 do seu livro temos este trecho: "To the geologic eye all the surface of the earth is a fluid form, and man moves upon it as insecurely as Peter walking on the waves to Christ." (Para o olho geológico toda a superfície da terra encontra-se em um estado fluido, e o homem move-se sobre ela tão inseguro como Pedro caminhou sobre as ondas ao encontro de cristo). De fato as primeiras civilizações agricolas só floresceram depois que a subida do nivel do mar, após o última máximo glacial, cessou. Durante este episódio o nível eustático do mar subiu a taxas médias de 1m/século (em alguns intervalos chegou a 5m/século). Não existiam deltas com planícies litorâneas que permitissem a expansão da agricultura. Só após a estabilização do nível do mar é que os vales aluviais foram preenchidos e os deltas inciaram sua formação. A partir de então é que as condições de "estabilidade" climática e do nível do mar permitiram o avanço das civilizações agrícolas.

Sociedades complexas só surgiram após a estabilização do nível do mar, com o fim da deglaciação (clique no artigo para ampliar).

No sul da Mesopotâmia os primeiros Estados só puderam se formar com a progadação do delta do Tigris-Eufrades. Leia o artigo acima.

Delta dos rios Tigres e Eufrates no sul da Mesopotâmia (Fonte: http://www.archatlas.dept.shef.ac.uk/EnvironmentalChange/EnvironmentalChange.php)

Mesopotâmia é uma palavra de origem grega que significa "entre rios". Estes dois rios, que correm pelo Iraque, e a terra entre eles, são também conhecidos como o berço da civilização.
Imagem de satélite do Delta do Tigris-Eufrates.

Apesar de vivermos no Antropoceno, e de termos criado uma Antroposfera, um termo que se por um lado chama atenção para os problemas ambientais, por outro lado gera uma certa soberba, pois inconscientemente parece indicar que dominamos o planeta, ainda somos extremamente frágeis: "Embora o planeta seja hospitaleiro no momento, ele é indiferente - eventualmente ele será letalmente indiferente - para seus passageiros humanos" (Although the planet is hospitable for the moment, it is indifferent -- eventually it will be lethally indifferent -- to its human passengers) (George F. Will). Ao que podemos acrescentar: será letalmente indiferente com Antroposfera ou sem Antroposfera!

O vulcão Eyjafjallajokull é pequeno e o transtorno eventualmente vai passar. Em 1783-1784, o vulcão Laki, também na Islândia, causou um transtorno infinitamente maior, na Europa e na Islândia, num periodo em que a população era bem menor e não dependiamos de uma tecnologia de transporte tão sofisticada.

Para os interessados em vulcões dois blogs  sobre o tema:
Eruptions
Volcanism
Clastic Detritus

J.M. LANDIM Dominguez - Geologia Marinha e Costeira

 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
banner Strataimage
Banner
Banner

Últimas notícias

  • INT traz ferramentas para desenvolver softwares
  • Grupo Georadar terá centro de pesquisa na Ilha do Fundão
  • Bolso cheio
  • Votação sobre royalties do petróleo fica para o segundo semestre
  • Sismologia da UFRN registra tremores em diferentes pontos do país